Tipo de Perícia

1º Perícias cíveis

a)   Responsabilidade civil médica.
b)   Seqüelas de acidentes de trânsito ou agressões
c)   Securitárias

2º Perícias trabalhistas (doenças otorrinolaringológicas relacionadas ao trabalho).

3º Perícias federais

a)   Previdenciárias (aposentadorias por invalidez, restablecimento de auxílio doença, LOAS).
b)   Acidentárias (Exército, Marinha e Aeronáutica).

4º Perícia médico-legais

5º Perícias criminais.

Quem entra em uma Perícia Médica?

VISÃO DO JUDICIÁRIO

Para a Justiça a perícia médica, não é um ato médico e sim um ato judicial. Pois este foi solicitado por um Juiz. No caso o examinado não é um paciente e sim um periciado. E inclusive é vedado fazer perícia de paciente seu. Assim, baseada no amplo direito de defesa, todos os interessados deverão ter acesso ao exame pericial. No entanto qualquer interferência na mesma, o perito (preposto do Juiz) poderá expulsar da sala a pessoa ou suspender de imediato o exame pericial. Continuar lendo

Quanto ganho sendo um Perito?

JUSTIÇA PREVIDENCIÁRIA – O valor é R$ 176,10 descontados INSS e IR. Pagos ao final do processo, por verba do Judiciário se ação for improcedente ou pelo INSS (RPV – receita de pequeno valor) se causa for procedente, baseado na Resolução do CNJ. Os valores serão corrigidos a partir da data de atuação pela TR (taxa referencial), o que se traduz em alguns centavos. Continuar lendo

Para que serve uma Perícia?

A figura da perícia judicial foi criada como elemento de ajuda de uma pessoa com saber científico em determinada área de conhecimento para ajudar o Juiz na convicção de sua sentença. Continuar lendo

Como faço para ser Perito?

Toda a pessoa que desejar ser perito, deverá fazer seu “curriculum vitae” e procurar o Diretor das Varas do Trabalho ou Cíveis e solicitar sua inscrição como perito nesta. O Diretor levará o conhecimento do Juiz e se este achar que existe esta necessidade, será colocado no rol de peritos e nomeado quando necessário.